09 abril 2012

O Deus Que Surpreende



Imagino o dia em que aquelas três mulheres da história bíblica partiram para o sepulcro de Jesus no intento de ungir o seu corpo morto. Certamente houve um planejamento anterior para que essa tarefa fosse realizada. Acordaram cedo, separaram os melhores perfumes, e então partirem. Ao longo do caminho discutiam sobre quem ajudaria a remover a pedra do sepulcro. Essa tarefa ainda não estava sobre o controle delas. O restante estava tudo certo. O encontro com Jesus, mesmo que morto, já estava marcado, pronto para acontecer.

Entretanto, ao chegaram ao seu destino, a pedra estava removida, ao invés de um corpo morto encontraram um desconhecido. Esse desconhecido lhes contou uma história surpreendente, aquele que elas procuravam entre os mortos não estava lá, pois tinha sido ressuscitado. Todo o planejamento anterior feito por aquelas mulheres foi por água abaixo, Deus as surpreendeu.

Vejo que muitas vezes marcamos os nossos encontros com Deus. Os nossos planos seguem uma lógica que parece impossível dar errado. Determinamos como deve acontecer cada ato no espetáculo da vida. Mas, esquecemos que esse espetáculo não é somente nosso, que nós mesmos desconhecemos diversas cenas que vivenciamos. E em alguns momentos para que tudo termine bem para nós, paradoxalmente é necessário que tudo saia diferente daquilo que esperávamos. Para uma boa caminhada é necessário aprender que andamos com o Deus que surpreendentemente retira algumas pedras do nosso caminho, permitindo que encontremos vida onde esperávamos ver a morte. 

Nenhum comentário: